16 de novembro de 2018

Harry Potter ganha coleção de óculos da Chilli Beans


Hello tudo bem?

Harry Potter ganha coleção de óculos da Chilli Beans


Hoje com muita emoção estou aqui para contar que dia 11 de outubro a Chilli Beans apresentou uma coleção exclusiva inspirada no universo da escritora JK Rowling. Foram 42 modelos lançados entre óculos de sol, de grau e relógios. Esses produtos trazem referências do Mundo Bruxo Harry Potter e alguns modelos foram inspirados no filme que será lançado dia 16 de novembro de 2018, Animais Fantásticos e os crimes de grindelwald.


Harry Potter ganha coleção de óculos da Chilli Beans
Fotos de Luccianna Ferreirra
Para desenvolver essa coleção, que promete impressionar todos os fãs da saga, o time de designers da Chilli Beans contou com o apoio de diversos influenciadores especializados no Mundo Bruxo, e essa contribuição trouxe não só as percepções de verdadeiros especialistas no assunto, mas também, suas visões de fãs. O resultado desta parceria é uma coleção exclusiva que vai emocionar os Potterheads.

Entre os destaques dessa coleção estão os relógios. Um dos modelos faz tributo as casas de Hogwarts, assim tem quatro cores e cada um traz as cores da casa que representa, seu nome e mascotes.

Harry Potter ganha coleção de óculos da Chilli Beans

Harry Potter ganha coleção de óculos da Chilli Beans

O Quadribol, esporte popular entre os bruxos, também inspirou alguns relógios, um que tem pulseira de couro com desenhos iguais aos protetores usados pelos jogadores do esporte e outro que representa o Pomo de Ouro. Esse modelo traz uma tampa de metal, como se fosse um relicário, que recebeu a frase “I open at the close”. O grande easter egg fica para quando se abre a tampa, temos a representação da Pedra da Ressurreição no relógio como se estivesse dentro do pomo, como na história de Harry, ela foi colocada dentro do pomo para que ele a tivesse quando precisasse.

Os óculos são uma onda de magia e um dos mais esperados é o modelo OC.CL.2607 que faz referência aos óculos usados por Luna Lovegood. Os  Strectrepecs são óculos coloridos utilizados para ver criaturas invisíveis que entram pelo ouvido e deixam cérebro tonto. Com uma cara tão característica, não dava para ficar de fora da coleção.
Harry Potter ganha coleção de óculos da Chilli Beans

Outra peça que promete conquistar os fãs são os modelos da Nimbus 2000, que trazem hastes de madeira remetendo ao design da icônica vassoura, serão duas versões de solares e uma de grau. Em uma saga cheia de símbolos, o mais icônico é As Relíquias da Morte, que faz referência ao Conto dos Três Irmãos. Além dos pins metálicos com a marca, as hastes ganharam a inscrição ‘The Deathly Hallows’ (As Relíquias da morte) e na parte interna cada símbolo foi desmembrado com seus significados: power, longing e humility.

Harry Potter ganha coleção de óculos da Chilli Beans


A coleção começou a ser vendida em Outubro em todas as lojas Chilli Beans, se você é fã como eu corre pra conferir!

15 de novembro de 2018

Como falar positivamente com seu filho

Como falar positivamente com seu filho


Hoje o tema é sério, simmmmmmmmmmmm tenho percebido o quanto nós mães, andamos distraídas para falar com nossos filhos. Pra falar a verdade eu sei que a vida é tão corrida, tão estressante e fazemos mil coisas ao mesmo tempo ou cuidamos dos outros filhos e não temos a devida atenção quando nossos filhos nos procuram para conversar.

As dicas que quero mencionar hoje nessa postagem, são frutos de minhas experiencias como mãe, e agora, como mãe de adolescente. São 14 anos de vivência nessa profissão materna, acho que tenho um pouco de conhecimento para transmitir.

Primeiro se você chegou nesse texto através do google, quero dizer que tu é uma mãe moderna e em fase de crescimento e eu quero te dizer que você será uma mãe tão incrível que seu filho terá muito orgulho de você! Mas continuemos...
Falar positivamente (como mostra a imagem que ilustra esse texto) é algo bem mais complexo e que cada mãe deve se conhecer e saber o que funciona ou não para seus filhos. Aprendi que uma boa conversa, sobretudo com adolescentes, pode salvar um relacionamento.

Vou discorrer sobre tópicos para ficar mais clara a compreensão.

Filhos pequenos
Bom, aqui temos dois meninos, com dois anos de diferença e muitas brigas e discussões. Geralmente os desentendimentos ocorrem por falta de diálogo ou incompreensão da parte contrária, fora esses inconvenientes, tenho que lidar com as reclamações que sempre aparecem.

São dois meninos com muita personalidade, sobretudo um tem um gênio bem forte. São dois seres humanos totalmente diferentes, e um por ser genioso tem dificuldade de falar e se abrir, já o outro fala pelos cotovelos.

Quando sou procurada para resolver algum atrito sempre os coloco frente a frente para discutir a questão, analisar os fatos, e sobretudo, quem estiver errado deve educadamente pedir desculpas e abraçar seu irmão. Já houveram situações em que tive que ficar aproximadamente uns quarenta minutos conversando sobre os ocorridos para enfim, conseguir que eles chegassem ao consenso de quem estava errado.

Crianças pequenas tem mania de gritar, de discutir, de se estabanar no chão se jogando ou fazendo birras. É preciso muito calma e jogo de cintura quando isso acontecer. Sempre desço ao mesmo nível (altura) e procuro falar olhando nos olhos diretamente. Minha expressão nunca demonstra nem repudio e nem alegria, apenas falo. O tom da minha voz é sempre suave e audível.

Jamais quando vou dialogar com meus filhos eu mexo no celular. Jamais eu deixo que eles mexam no celular. E quando preciso resolver algo sério, peço para sentar ao meu lado ou próximo e aguardar para resolver tudo o que estava fazendo e assim dedicar minha atenção exclusivamente ao que ele tem para me falar.

Por maior que seja a correria, eu sempre sigo esses métodos. Após algum deles me relatar o que ocorreu, eu chamo os dois e então começamos o processo de reconhecimento do culpado e possível penalização por seu ato.

Conversar com adolescentes se torna um pouco mais complicado pois eles querem sempre ter razão no que falam. Querem sempre impor a verdade deles. Nesse caso, ainda estou aprendendo a lidar com isso, mas tenho notado que uma conversa vale muito mais que uma discussão.

Confrontar eles diretamente, é a pior coisa que você vai fazer, se isso ocorrer, certamente o problema não terá resolução, o choro vai se iniciar e nada será concluído, além do nervoso que passamos. Conversar com eles de modo que façam pensar sobre a situação que estão vivenciando e tentar argumentar no sentido da experiencia (que você como sendo alguém mais experiente) me parece o mais adequado, ou pelo menos, é o que funciona por aqui.

Mais para frente quero falar mais sobre essa fase, em uma outra postagem.

Antes de finalizar o post, deixo indicação de uma leitura muito importante para quem está vivendo essa fase com adolescentes:
Bom, acho que é isso, me digam nos comentários o que funcionam para você

14 de novembro de 2018

Juntos, para espalhar sorrisos e mudar vidas

Hello pessoas, tudo bem?


"12 mil é o número estimado de mulheres que sofrem agressões físicas no Brasil por dia. De 2016 para 2017 aumentou em 6,5% o número de feminicídio no Brasil, representando cerca de 4.200 casos de homicídios"
Foi diante desses dados brutais que o dentista Fábio Bibancos, idealizador do projeto Turmado Bem, uma OSCIP (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público), que proporciona desde 2002, diversos tratamentos odontológicos gratuitos a crianças carentes com o apoio de dentistas voluntários de todo país. 

Ele também criou o Apolônias do Bem, que foca em oferecer tratamento integral e também gratuito à mulheres que vivenciaram situações de violência e tiveram a dentição afetada durante essas agressões.

Juntos, para espalhar sorrisos e mudar vidas


O projeto tem esse nome devido a personagem histórica que viveu em Alexandria e morreu no ano de 249, após ser presa, espancada e ter seus dentes arrancados. 

O projeto depende da iniciativa privada e teve uma redução significante dos tratamentos devido à crise econômica do país. Para reverter esse quadro, o projeto conta com uma nova ação criada para arrecadar fundos que irão ajudar na retomada do crescimento do número de mulheres amparadas - a marca Animale lança a campanha “Mais um Sorriso”, que foi criada para dar vida a um modelo de t-shirt que terá renda 100% revertida para a causa
São 5.000 camisetas que podem ser encontradas em todas as lojas da marca e em seu e-commerce próprio pelo valor de R$298.

Assista abaixo dois vídeos da campanha para entender


Assista ao vídeo aqui

Assim como a Apolônias do Bem, a Animale, através da moda, tem como objetivo elevar a autoestima das mulheres com o intuito de empoderá-las, fazendo-as relembrar que são capazes de alcançar tudo o que quiserem. 

Além de ser o canal colaborador de venda, a Animale confirma sua própria contribuição garantindo a doação da renda da venda de 600 camisetas que serão adquiridas em nome de toda a equipe da marca.

Abraçando essa causa, diversas personalidades aceitaram potencializar e dar ainda mais visibilidade a essa campanha. São elas: Mônica Martelli, Zezé Motta, Agatha Moreira, Rafa Brites, Julia Anquier, Lu Grimaldi, Monalysa Alcântara, Lan Lan, Luciana Braga e Lívia de Bueno. 

Essas são colaboradoras de uma série de vídeos nos quais apresentam relatos emocionantes de mulheres que foram amparadas pela Apolônias do Bem e convidam os espectadores a colaborarem, adquirindo a camiseta e compartilhando as informações da ação.



Assista ao vídeo aqui

“Como marca, sempre estivemos atentos à filantropia e às instituições. Somos uma empresa grande e isso é nossa responsabilidade. Mas, quando conheci o Projeto Apolônias, algo mudou. Fiquei extremamente comovida com esta causa. Por isso, a vontade de lutar por ela, usar o que sabemos fazer para colocar luz numa questão tão grave e reverter uma quantia significativa, que faça a diferença. São mulheres vítimas de violência doméstica que tiveram sua dentição afetada e perderam assim o direito de sorrir. Perderam também sua autoestima nesse processo. A mulher é o principal ativo da Animale, por isso fazia completo sentido. Precisamos e podemos fazer a diferença. Hoje, meu propósito transcende o universo de varejo e de moda. Enquanto mulher, meu desejo é de me comunicar com a mulher, ajudar no processo de que ela se encontre, se conecte.”, comenta Claudia Jatahy, VP de estilo da Animale.

As peças já estão disponíveis para compra nas lojas físicas e no e-commerce da marca.


Juntos, para espalhar sorrisos e mudar vidas.


Topo