SOCIAL MEDIA

Coisas que aprendi só depois de ter filhos de Gary Chapman e Shannon Warden

7 de fevereiro de 2020


A chegada de um filho é um momento singular na história de qualquer casal. O amor pelo bebê é grandioso: muda a vida para sempre, altera prioridades e exige responsabilidade. Criar, educar, proteger e amar são verbos que passarão a ser conjugados de forma especial. Embora sejam experiências repletas de expectativa, a maternidade e a paternidade não são “um conto de fadas”!
Por isso, ao esperar o bebê, papai e mamãe precisam de preparação e de uma dose de realidade, para que as mudanças inerentes à nova fase não gerem frustrações à vida conjugal.
Em “Ah, se eu soubesse! Coisas que aprendi só depois de ter filhos”, Gary Chapman e Shannon Warden, duas autoridades em aconselhamento familiar, compartilham sabedoria adquirida ao longo dos anos. Para amenizar possíveis erros e indicar caminhos na sublime tarefa de criar um filho, ambos trazem à tona histórias, princípios e dicas para que os leitores saibam agir adequadamente em diferentes situações.
Por meio de uma abordagem prática, informativa e agradável de ler, cada capítulo trabalha temas relacionados à nova dinâmica familiar e ao desenvolvimento dos filhos: mudança de rotina; administração de despesas; diferenças de personalidade; saúde emocional e física; aptidões sociais até o perdão e manutenção da vitalidade do casamento.
Realista do começo ao fim, mas sem deixar de valorizar as alegrias de ter filhos, os autores elucidam pontos de atenção, permeando a leitura com insights encorajadores e cativantes.

“Leiam este livro para encontrar esperança, risadas e tranquilidade, e também para relembrar as coisas grandes e pequenas que fazem a criação dos filhos valer o tempo e a energia investidos. ”Shannon Warden – coautora  Pg. 17

Ao seguir as orientações de Gary e Shannon, os leitores poderão avaliar as diversas situações do dia a dia com mais clareza e agir sabiamente, dando espaço à alegria, ao companheirismo e à satisfação, mesmo quando há cansaço e contratempos.

Postar um comentário

Vamos trocar conhecimento, obrigada por comentar!